Mito ou verdade: Passar na lombada em diagonal é melhor?

Mito ou verdade: atravessar lombada com o carro na diagonal

As lombadas são redutores de velocidade que podem causar sérios problemas no seu carro quando não são ultrapassados corretamente: o primeiro deles é amassar o cárter do motor (reservatório de óleo que fica na parte de baixo do motor) e causar uma trinca que pode até gerar um vazamento do lubrificante, e como consequência extrema, fundir o motor.

A resolução 567/80 do Contran estabelece dois tipos padrões de lombada, com altura máxima de 8cm e 10 cm. Baseado nesta norma, se você passar devagar, não será necessário colocar o carro na diagonal, desde que seu carro esteja com a altura original e a lombada dentro das dimensões padronizadas. Difícil né? Enfim, teoricamente passar na diagonal é umMITO.

Mito ou verdade: atravessar lombada com o carro na diagonal

Como fazer?
Se você é daqueles que insiste em passar na diagonal para não correr o risco de raspar a parte de baixo do carro, saiba que você estará exigindo um esforço que tende a torcer a estrutura do seu carro. Vez ou outra, não haverá problema de passar atravessado.

Agora se você possui uma lombada ou uma valeta na rua em que você mora ou na porta de sua casa, eu sugiro atravessar de frente. Passar na diagonal todos os dias poderá causar danos a suspensão a longo prazo.

Prejuízos
Exemplos? Perda do alinhamento, ficar com o carro torto ou mesmo romper um ponto de solda da carroceria. Se seu carro é rebaixado, a situação é mais delicada. Se for de frente, vai raspar, e, se for de lado, vai torcer. Minha sugestão: mude o caminho.

Uma coisa é certa, passar bem devagar e de frente é a melhor maneira para não causar danos sérios a suspensão. Já quem passa “a milhão”, costuma danificar o escapamento e os batentes do amortecedor (peças que recebem o impacto quando o amortecedor encolhe totalmente).

Suspensão e mola de um veículo

Dependendo da idade do seu carro, você pode até quebrar as molas da suspensão dianteira. Ainda para quem é apressado demais, os coxins do motor e do câmbio também sofrem muito. Imagine os 120Kg do motor sendo jogados para cima e para baixo. São os coxins que seguram o motor no lugar.

Para você entender melhor essa história de quebrar dos coxins do motor, imagine uma ambulância passando rápido sobre uma lombada com um paciente deitado na maca. Certamente ele cairá da maca se não estiver com cintos, certo? No caso do motor, são os coxins que o seguram no lugar.

Nós brasileiros, sabemos que infelizmente nem todas prefeituras seguem à risca estas normas. Por isso, a melhor coisa a fazer é passar bem devagar e de frente. 

Texto original: Oficina do G1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s